Super Vaidosa

Ausência Temporária

    Meninas,
    me desculpem por mais um tempo de ausência no blog, mas estou com sérios problemas técnicos.
    Além do meu perfil teimoso que por mais que eu tente, continua apontando que tenho 17 anos, os posts com fotos não estão sendo carregados.

    Então, vim deixar esse recadinho para vocês:
    Que eu não sumi por opção, e que estou aproveitando esse acaso para criar novos projetos e ideias para o blog.
 
   Novidades vêm aí.
   Aguardem 


Anti-Padrão

    Cansadas do padrão de beleza atual?
    Então vão ficar encantadas com as Anti-modelos:
   
   Com a intenção de quebrar as amarras desse padrão desejado por todas nós, a Anti-Agency criou um perfil diferente para suas modelos. São escolhidas quando menos se parecem com uma, talvez por um corte diferente, o número de tatuagens ou um estilo que chame a atenção. A intenção é lembrar de nos valorizarmos como somos e não vivermos em busca de sermos de um jeito que talvez nosso corpo nem nos permita ser.


    Outro grande diferencial da Anti-Agency são os composites das modelos, que ao invés de apresentarem fotos de corpo inteiro - de lingerie ou biquínis - com informações como peso, medidas do corpo e altura, elas são categorizadas pelo plano americano (enquadramento com limite na altura do quadril). Assim, as modelos da Anti-Acency não são escolhidas pelo peso, mas por algumas outras características que tenham a oferecer.
   Essas modelos desfilam para Vivienne Westwood, Giles, Pam Hogg e estão nas campanhas para Uniqlo, Dr. Martens, Asos e Urban Outfitters. A Anti-Agency procura suas modelos pelo Facebook, eventos de música, arte e festivais. Mas, caso você tenha se identificado com a agência, também pode se inscrever pelo e-mail de contato.

Obs.: Deixando claro que não tenho nada contra as modelos lindas e dentro dos padrões. Já que problema do tal padrão de beleza passa a se tornar real, quando nós, pessoas normais, deixamos de respeitar nosso corpo por não parecermos com uma Angel, por exemplo. Por isso achei essa iniciativa do Anti-padrão tão interessante!

E vocês, o que acharam?

Nail Snaps

    Hoje em dia é difícil decidir qual febre é maior: instagram ou nail art?
    E se juntássemos as duas? Parece algo inimaginável, não é? Mas não foi para as sócias Angel Anderson e Sarah Hlrlng.










     Além de criarem o projeto Nallsnap, elas estão lançando um aplicativo de celular que transforma fotos do insta em molde para as unhas. Assim, qualquer foto que você tirar ou curtir pode aparecer estampada nas mãos.
    Funciona assim: depois de salvar uma foto no instagram ela pode ser posicionada num molde de unhas e na sequência impressos como adesivos. Suas estampas podem virar desejos de outras pessoas, e por isso estarão disponíveis da empresa de Los Angeles para o mundo!
     Sair com a foto do namorado, mãe, bichinho ou paisagem nas unhas... 


video

    Um pouco mais de individualidade para o nosso mundo.

Novidade

 
    Um fato de hoje em dia é que quase não tem como haver novidades nas passarelas. Passamos por diversos momentos da história e da moda em que em pleno século XXI, quase tudo já foi criado. Atualmente temos releituras de anos 50, 60, 70, 80 e 90 sempre em um olhar diferente - mas quase nunca totalmente original - entre elas as tendências masculinas, neóns, hippie, navy, girlie, futurista, isso quando não falamos das releituras da cultura egípicia, grega, etc... E então vivemos nesse ciclo de "novidades" que vão e voltam, assim, sempre deixando a gente com gostinho de quero mais.
    É por essa dificuldade de trazer algo totalmente novo as passarelas e ruas que Leandra Medlne e Emma Watson chamaram a atenção!



    Sou a louca por decotes nas costas, e penso que esse jeitinho de usar saia com calça por baixo parte do mesmo princípio. Aquela coisa de "cara de santa de frente"... e o susto quando se vê se costas. Rs.
     É por esse mesmo motivo que para mim, se tivesse que apostar em um dos looks para dizer qual daria certo e viraria tendência, sem dúvidas: Emma Watson.





    E vocês? O que acham?

Festival Psicodália

    Não é muito de meu costume postar sobre festivais aqui no blog - quem sabe eu até comece, já até tenho alguns em mente - mas o Psicodália foi um que me chamou muita atenção e não resisti! Ouvi falarem sobre ele mas ainda não tinha muita ideia do que se tratava, por isso resolvi pesquisar e amei:


    O Psicodália acontece sempre entre a virada do ano ou no carnaval, onde cerca de 4 mil pessoas resolvem fugir do agito em busca de uma vida mais tranquila, priorizando diferentes valores.
    O festival acontece há mais de 15 anos e foi em 2004 que adquiriu o formato que tem hoje. Nesse carnaval aconteceu sua 17° edição, no Rio Negrinho, cidade de Santa Catarina onde os "psicodálios" ficaram acampados na Fazenda Evaristo, lugar em que se pode ser hippie com estrutura! As inúmeras cabanas atraem restaurantes diversos, bazares e mercearias, o que faz do festival uma mini cidade.
    Aparelhos tecnológicos são dispensados, já que o sinal não pega e wi-fii nem sonhando. As conversas por whatsapp e o bombardeio de informações são substituídos por diversas intervenções artísticas, oficinas de yoga, cerâmica, pipas de papel, dança, teatro, caleidoscópio e meditação.
    As pessoas se dedicam a formas diferentes de ser. Com os pés na grama e a mente aberta, a maquiagem vira tinta e os cabelos ganham flores.


                        















  
    Além de toda a fantasia que o Psicodália traz, ele também vem com a prioridade de enraizar a cultura brasileira, assim, buscam resgatar o valor da música popular brasileira com Mutantes, Hermeto Pascoal, Tom Zé e outras bandas independentes. 
 
    Dias de pés na terra e calma na alma.

Makes - Milão Fashion Week

    A semana de moda de Milão acabou fazem três dias (aconteceu do dia 18 a 23 de fevereiro) e as makes nada chamativas dominaram as passarelas italianas.


    Aproveitando que as novidades estão fresquinhas, nada melhor do que dar uma resumida no que rolou:


                        
                                                                            Fendi


Alberta Ferretti


Bottega Veneta


Giorgio Armani


Just Cavalli


Moschino


Salvatore Ferragamo

                        
                                                                           Uma Wang

    Referências como Fendi, Giorgio Armani, Just Cavalli, Bottega Veneta, Alberta Ferretti, Moschino, Uma Wang e Salvatore Ferragamo apostaram na “tela em branco” -  pele pálida, iluminador nada, olhos nada, boca nada  -  o que promete que a volta do aveludado está próxima!
    Quando não eram totalmente pálidas, as modelos de Emilio Pucci, Dolce & Gabbana, Marni, MSGM, Philipp Plein, Prada e Versace receberam leves nuances de tons suaves. 


Emilio Pucci


Dolce & Gabbana


Marni


MSGM


Philipp Plein


Prada

                       
                                                                         Versace

    Fiquei encantada com o coque trançado bem característico do Romantismo que Dolce &Gabbana apresentou:



  
    Por último, mas não menos importantes, as grifes que trouxeram pontos de cor - mesmo que sombrios - ao MFW. Empório ArmaniAnteprima, Antonio Marras, Gucci, Max Mara, Missoni, Roberto Cavalli, Max Mara e Trussardi:

Empório Armani


Anteprima


Antonio Marras


Gucci


Max Mara


Missoni


Roberto Cavalli


Trussardi

                                                                                 
    Já introduzindo o inverno...
 

Tecnologia do Blogger.